Rumo a Santiago. Décimo primeiro dia.

Naquela espécie de nevoeiro mental do qual emergimos, lentamente, quando acordamos - pelo menos eu acordo sempre assim - nâo sabia onde estava? Que dia era? Quem estava a fazer aquele barulho todo? Mas os meus pensamentos organizaram-se e rapidamente me lembrei que era o meu último dia a caminhar para Santiago! Só faltavam mesmo …

Continuar a ler Rumo a Santiago. Décimo primeiro dia.